Aos 32 anos Darliane pronuncia as primeiras palavras


Em Oriximiná, o trabalho voluntário de duas fonoaudiólogas transformaram a vida da Darliane que, aos 11 meses de vida, devido a um quadro de meningite, perdeu 100% da audição.

As doutoras Jéssica Monteiro e Larissa Gato em parceria com a ADOR, Associação dos Deficientes de Oriximiná, realizam de forma gratuita esse atendimento e possibilitaram esse avanço no tratamento da Darliane.

Reportagem: Ednelson Furtado
Imagens: Santos Silva
Edição de Vídeo e publicação: Frank Nunes

Fênix Comunicação

Tv Canal 9, Mídia Indoor, Produtora e Rádio Web.

Postagem Anterior Próxima Postagem